Ninguém quer ser hackeado É muito caro e desgastante ter seu desktop ou os servidores de rede de sua empresa violados. As empresas de segurança vêm desenvolvendo ferramentas desde os primeiros vírus para impedir que os sistemas sejam comprometidos e que os malwares executem atividades maliciosas. A verdade é simples, no entanto; nenhuma solução pode proteger um ativo de ser hackeado e o antigo modelo em camadas é realmente a melhor abordagem para uma defesa bem-sucedida. Isso inclui tudo, desde soluções de proteção no endpoint, até vulnerabilidades e gerenciamento de patches.

Recentemente, o Gartner declarou que a iniciativa estratégica número 1 para todas as organizaçõesdeveria ser o Gerenciamento de Contas Privilegiadas (PAM). O escopo inclui gerenciamento de senhas corporativas e gravação de sessão, bem como a remoção e gerenciamento de contas privilegiadas em todos os endpoints, desde servidores, estações de trabalho e dispositivos de rede. Nos servidores e desktops Microsoft Windows, esse recurso é encontrado como Gerenciamento com Restrição de Privilégios. Isso inclui a remoção de todas as contas administrativas necessárias, o gerenciamento de contas e serviços de administrador local, e a remoção de direitos administrativos de todos os usuários, incluindo a suspensão de todas as contas "xadmin" secundárias. Essa estratégia de segurança, conforme recomendado pelo Gartner, fornece uma camada de segurança estrategicamente sólida para impedir que os ativos sejam invadidos.

Utilizando o PowerBroker for Windows, as empresas podem acrescentar essa camada de proteção robusta, impedindo ataques de hacks nos endpoints, vulnerabilidades e gerenciamento de patches. Estes são geralmente referidos como Vetores de Ataques Privilegiados.

Então, como o PowerBroker for Windows impede que você seja hackeado?

Embora nenhuma tecnologia possa impedir todos os ataques, ter uma estratégia defensiva em camadas é vital. Engenharia social, credenciais fracas, reutilização de senhas e vulnerabilidades não corrigidas são alvos para as ameaças modernas. Minimizar esses riscos exige que entendamos que a maioria dos malwares precisa de direitos administrativos para infectar um sistema, as aplicações vulneráveis podem ser comprometidas mais facilmente se forem invadidas por direitos administrativos e os usuários finais não devem ter direitos de administradores para executar suas funções diárias de trabalho. O PowerBroker for Windows pode ajudar a impedir que seus recursos sejam invadidos e implementar práticas recomendadas de segurança para um bom PAM. É hora de abraçar o PAM, impedir hacks e ouvir as recomendações da comunidade de segurança e dos principais analistas.

Para obter mais informações sobre como o PowerBroker for Windows pode solucionar os desafios da sua organização, faça o download do nosso mais recente White paper, Guia do CISO para o Gerenciamento de Contas Privilegiadas e Credenciais em Ambientes Windows.